quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Usuários de mototáxi reclamam dos preços cobrados pela corrida, em RO

Sindicato atribui problema a mototaxistas clandestinos, em Porto Velho.
Usuário é orientado a exigir cobrança pela tabela oficial de preços.

Do G1 RO com informações da TV RO

Comente agora

O Sindicato dos Mototaxistas de Porto Velho (Sindmoto) afirma que tem recebido reclamações dos usuários sobre os valores cobrados pela corrida, considerados abusivos. A causa do problema é o crescimento do número de mototáxis 'piratas', aqueles que não possuem autorização de atuação na cidade, de acordo com o sindicato.  A orientação do Sindmoto é para que o usuário exija a cobrança da corrida pela tabela de valores oficiais regulamentada pela Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran).

“Se os mototaxistas legalizados cobram R$ 10 do centro até a Zona Sul, os que não são legalizados cobram até R$ 15”, reclama o estudante Fábio Santos.

Para evitar transtornos, o usuário deve prestar atenção em alguns detalhes, segundo o Sidmoto, como o número de identificação que fica atrás do colete do profissional, observar os valores cobrados pela corrida, de acordo com o trecho disponível, que também fica atrás do colete e exigir o alvará de tráfego para garantir a segurança. 

João Aderbal, representante do Sindmoto, afirma que uma fiscalização mais rigorosa ajudaria a retirar das ruas os mototaxistas clandestinos e que valores cobrados fora da tabela oficial devem ser desconsiderados. "Quantas vezes a gente vê um 'pirata' pegando passageiro, a gente vê um pessoal até de outro município pegando nossos passageiros", reclama Ozeas Braz, mototaxista.

Dúvidas ou denúncias podem ser feitas pelo telefone 0800 6475 100. Procurado pelo G1, o secretário da Semtran não foi encontrado para falar sobre o assunto.

Para ler mais notícias do G1 Rondônia clique em http://g1.globo.com/ro/rondonia. Siga também o G1 Rondônia no Twitter e por RSS.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário