segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Projetos e ações da prefeitura reduzem violência no trânsito

 

Projetos e ações da prefeitura reduzem violência no trânsito

13/01/2013 15:52:59

Foto: Samuel Maciel/PMPA

Ano de 2012 teve 41 mortes a menos nas ruas e avenidas da Capital

A gestão da mobilidade urbana de uma cidade onde há um veículo a cada duas pessoas, em uma frota de 750 mil, é o desafio diário da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e da Prefeitura de Porto Alegre. Para isso, são mais de 1,3 mil colaboradores, somente da EPTC, que planejam e executam ações que visam melhorar a fluidez, a segurança e a redução da acidentalidade. 

 

Em razão desse conjunto de ações, que tem apoio de diversos segmentos da sociedade, o ano de 2012 apresentou uma redução significativa na violência do trânsito. Foram 41 mortes a menos, se comparado com ano passado, nas ruas e avenidas da Capital. Uma redução de 28% em vítimas fatais, de 146 para 105 mortes. Também diminuíram os números de ocorrências fatais com motociclistas em 31,67%, (de 60 para 41 mortes). Os atropelamentos fatais com pedestres diminuíram em 38,71% (de 62 para 38).

 

Contribuíram para essa redução as 720 blitze realizadas pela EPTC, destas 260 do Balada Segura, em parceria com o Detran, Brigada Militar, Polícia Civil e Ministério Público, com 18.720 condutores abordados, 651 flagrantes no bafômetro e 1.581 autuados por se negar. Além disso, foram promovidas 473 ações educativas realizadas nas vias de maior movimento, assim como empresas, associações e instituições de ensino, pelos agentes de educação para o trânsito da EPTC, atingindo um público de 57 mil pessoas. 

 

A tecnologia também está contribuindo para a segurança e outras ações de tráfego. Já são 86 câmeras de monitoramento de trânsito instaladas em cruzamentos de grande movimento e principais polos comerciais e de eventos. Os equipamentos já auxiliaram mais de 10 mil ocorrências no trânsito, nesse ano. A previsão da EPTC é contar com 150 até a Copa do Mundo de 2014. 

 

Outras ações promovidas para qualificar o trânsito e o transporte da Capital em 2012

 

•             Segunda passagem gratuita no cartão TRI para os usuários do Passe Antecipado, Vale-Transporte e Escolar, até 30 minutos após o termino da viagem. 

 

•             Criação do site Poa Transporte (www.poatransporte.com.br) para consultas de itinerários e pontos de ônibus e lotações. 

 

•             101.942 ocorrências atendidas pelos agentes da EPTC nas ruas da Capital.

 

•             3.160 eventos com acompanhamento da EPTC (shows, jogos de futebol, maratonas, procissões, etc)

 

•             Operações de Fiscalização e Monitoramento: 1.381 Radar Móvel (inclusive em corredores de ônibus) e 84 Ar Puro (em veículos à diesel)

 

•             2000 demandas de sinalização de trânsito analisadas a pedidos de moradores e comunidades; mais de 700 projetos de sinalização viária elaborados pela equipe técnica da EPTC; e 70 projetos especiais de maior porte em vias principais da cidade (Nilo Peçanha; Ipiranga; Sertório; Juca Batista, entre outras), com revisão da sinalização e com projetos de segurança viária para os pontos críticos. 

 

•             Renovação e ampliação da frota de ônibus: de 1.592 veículos em 2009, para 1.688 em 2012, com uma idade média de quatro anos.

 

•             Instalação e substituição de 467 novas paradas de ônibus com abrigo na Capital, destas 112 do modelo Parada Segura, com iluminação protegida com grades, bancos e lixeiras. Além disso, 470 novas placas indicativas de ponto de parada de ônibus, qualificando a sinalização do transporte coletivo. 

 

•             Investimento de R$ 826 mil na recuperação de oito estações de ônibus da avenida Bento Gonçalves. Todas as estações já entregues à população.

 

•             1.044 conjuntos semafóricos (sinaleiras), sendo 91% em comunicação on-line com Central de Monitoramento da EPTC. Essas sinaleiras são compostas de 8.964 semáforos, sendo deste total 2.699 semáforos veiculares e 1.348 de pedestres. 45,15% dos semáforos instalados têm lâmpadas econômicas de LED. 64 botoeiras sonora para cegos.  A Capital conta com sete vias com implantação de LEDs na sua totalidade: Farrapos, João de Oliveira Remião, Bento Gonçalves, Mauá, Siqueira Campos, Ipiranga , Júlio de Castilhos e Av. Grécia.

 

•             1.150 faixas de pedestres pintadas ou repintadas. 676 placas instaladas em diversas ruas da cidade. 3.675 gradis implantados, que garantem mais segurança e orientam a travessia dos pedestres. 3.729 tachões e segregadores de pistas para disciplinar o trânsito.

 

•             32.100 vistorias realizadas em táxis, escolares, ônibus, lotações e veículos locados na Inspeção Veicular da EPTC e mais 21.961 realizadas em terminais de ônibus e lotações e pontos de táxis. 

 

•             366 cavalos recolhidos das ruas, vítimas de maus tratos, e encaminhados para o Abrigo de Animais da EPTC, onde são tratados por veterinários. Depois de recuperados, os animais recebem um chip de acompanhamento e são doados à população. Além disso, foram realizadas 22 blitze voltadas aos veículos de tração animal.

 

•             Mais de cinco milhões de ligações para consultas de horários de ônibus e atendimento pelos telefones 156 ou 118. 

 

•             Duplicação e prolongamento da avenida Grécia, na Zona Norte, criando uma nova alternativa à Assis Brasil.

 

•             Ciclovias: ciclofaixa da Icaraí; ciclovia da Restinga; obras da ciclovia da Ipiranga (1,8 km concluído). Projeto da ciclovias da Sertório e da Cidade Baixa (Loureiro da Silva e José do Patrocínio) mais as obras da Copa que terão ciclovias (Av. Tronco, Beira-Rio, Voluntários e Severo Dullius). Atualmente, Porto Alegre conta com 11km de ciclovias.

 

•             Bicicletas Públicas: 10 estações em diversos pontos da área central e 100 bicicletas públicas de aluguel, incentivando o uso da bicicleta como meio de transporte e lazer. Até o momento, 28 mil viagens realizadas.

 

•             190 novas lombadas físicas, principalmente, nas proximidades de escolas, para ampliar a segurança viária

 

•             Implantação de 402 placas de orientação e de turismo, além da identificação de todos os viadutos da cidade

 

•             Referência nacional: Mais 30 mil seguidores no twitter, ferramenta de informações em tempo real sobre a situação do trânsito em Porto Alegre.

 

•             Instaladas sinaleiras inteligentes nos cruzamentos da Nilo Peçanha, tempos são automatizados conforme o tráfego da via.  

 

•             Restrição e reorganização de circulação de veículos pesados no Centro

 

•             Transporte Hidroviário: duas linhas do Catamarã a serem implantadas, com trajeto da Ilha da Pintada até o Centro Histórico e Barra Shopping até o Centro Histórico.

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário