quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Mototaxistas querem reajuste na tarifa


Os permissionários querem que a SMT puna e proíba quem trabalha na informalidade.


Eles solicitam ainda a punição dos clandestinos

Santarém  - Representantes dos mototaxistas de Santarémreuniram na manhã de ontem (10) com a Secretaria de Mobilidade e Trânsito (SMT) para apresentar algumas reivindicações da categoria. Entre os assuntos discutidos, os credenciados solicitam reajuste na tarifa.

Não é difícil encontrar pelas ruas de Santarém, motoqueiros que atuam na clandestinidade no serviço que foi reconhecido pelo governo federal e deve acontecer dentro da lei. Diante disso, os permissionários querem que a SMT puna e proíba quem trabalha na informalidade.

“O transporte clandestino de passageiro não pode ser utilizado, haja a vista que tem o mototaxista credenciado, tem curso de capacitação, tem curso de conhecimento e tá exercendo a mesma função”, enfatiza o presidente do sindicato de mototaxistas em Santarém, José Raimundo.

leia também...

·         Setrans aciona Justiça para descongelar passagem estudantil

·         Homem finge ser passageiro e assalta mototaxista

·         Preço do combustível sofre reajuste na capital paraense


Uma proposta de reajuste na tarifa dascorridas também foi apresentada a SMT. “Desde 2008 que não há reajuste e tudo teve aumento, gasolina. Ou seja, o básico do ser humano teve aumento e isso [tarifa] tá defasado”, afirma José Raimundo.

A titular da pasta, secretária Heloísa Almeida, que há dez dias está sob nova gestão explicou que os pedidos dos mototaxistas serão avaliados e em seguidas planos serão traçados para atender as necessidades. “Nós sabemos que precisa haver uma postura, uma solução até, então nós vamos analisar como será feito”, completa.

Redação Notapajos com informações de Rômulo D’Castro

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário