terça-feira, 9 de outubro de 2012

Campanha de conscientização no Transito para Motociclistas:


Campanha de conscientização no Transito para Motociclistas:

 

Para o motociclista Preferencial é a Vida !!!

 

Todos gostam de falar em preservar a vida, mas poucos ouvem as notícias e estatísticas, assustadoras, com alto índice de acidentes, morrem mais pessoas anualmente no trânsito Brasileiro que em todas a guerras e guerrilhas do mundo.

Muitas vidas jovens partiram para sempre!

Será que estamos sendo conscientes e prudentes no trânsito ? Estamos fazendo a nossa parte ?

 

ABEM – Associação Bento-Gonçalvense de Motociclismo, preocupada com a grande quantidade de acidentes envolvendo a comunidade, lança esta campanha de educação e conscientização aos atuais e futuros motociclistas, zelar pela sua vida e pela vida dos outros.

 

ABEM pergunta:

Você que usa motocicleta como meio de transporte, como ferramenta de trabalho, ou pelo prazer de rodar, quando consegue chegar em casa inteiro, já parou para fazer uma auto analise do teu comportamento no trânsito?

Já observou a alegria de seus amigos e familiares ? O sorriso mostrando que estão felizes porque você chegou?

Se ainda não fez, então faça a sua parte !!!

Há provas de que a maior parte dos acidentes tem o ingrediente da imprudência e do excesso de auto confiança.

 

ABEM orienta os motociclistas a terem bom senso, pilotando na defensiva:

O bom condutor pilota para si e para os outros, planeja antecipadamente as suas ações, prevenindo o comportamento imprudente dos outros, adaptando-se as condições adversas como: outro condutor, veículos, tempo, estado da via, luz.

 

Regras básicas de segurança para o motociclista:

 

1° Pilote equipado Sempre!

2° O pedestre tem a preferência sempre! mesmo fora da faixa de segurança.

3° Só ultrapasse onde é permitido e sempre pela esquerda.

4° Nunca transite no acostamento, calçadas ou canteiros divisores da pista.

5° Mantenha a velocidade regulamentada para a via, andar mais rápido ou mais devagar pode provocar acidentes.

6° Verifique se tem combustível suficiente antes de iniciar o percurso.

7° Preste atenção no trânsito ao seu redor, use os espelhos retrovisores sempre, cuidado maior ao virar.

8° Antes de pilotar confira os pneus, freios e luzes.

9° Seu estado emocional é muito importante, não pilote se estiver irritado, ansioso ou embriagado.

10° Guie suavemente, sem arrancadas ou freiadas bruscas.

11° Sinalize com antecedência sempre que for ultrapassar, trocar de pista ou virar, use os piscas e braços.

12° Treine a pilotagem com o garupa para não ter surpresas.

13° Use o farol aceso sempre!

14° Procure ver e ser visto pelo condutor a frente.

15° Mantenha a distância regulamentar do veículo a frente, geralmente 30 metros.

16° Ocupe o mesmo espaço de um automóvel na via, evite costurar com o trânsito em movimento.

17° Muito cuidado ao pilotar na chuva ou com piso molhado, dobre a distância de frenagem.

 

Dicas úteis para o motociclista

 

1* Não trafegue nos ângulos mortos dos veículos a frente, procure ver o condutor pelos espelhos retrovisores dele, assim saberá que ele também o está vendo.

2* Ao ultrapassar ônibus em paradas para embarque e desembarque de passageiros, certifique-se de que ninguém vai cortar seu caminho saindo da frente do ônibus. guarde distância. Se possível trafegue pelo meio da rua.

3* Cuidado com a bola que vem rolando pela rua. atrás da bola sempre vem uma criança.

4* Carros estacionados no meio-fio tendem a arrancar, principalmente se houver alguém sentado à direção. guarde distância. Se possível trafegue pelo meio da rua.

5* Ajuste e afivele a jugular do capacete firmemente. Capacete solto pode ser projetado para fora de sua cabeça no instante da freiada, e dar lugar a um traumatismo craniano no momento do acidente.

6* Cuidados na chuva: pare a moto. coloque o abrigo de chuva (enquanto isso a chuva lava a pista e retira aquela pasta de areia+água+oleo que pode fazer você derrapar e cair. Reinicie o deslocamento diminuindo a velocidade e lembrando que a distância de frenagem total irá aumentar.

7* Use luvas. Elas evitam que suas mãos escorreguem do guidom e protegem sua integridade física se por acaso se envolver em um acidente.

8* Roupa protetora: a roupa adequada para andar de moto é justa, feita de couro, jeans, cordura, tecidos resistentes e coloridos. O uso de capacetes de cores vivas e sapatos fechados complementam os equipamentos de proteção do motociclista e do garupa. De preferência a capacetes fechados, com queixeira, viseira e selo de qualidade do INMETRO. Em capacetes sem viseira é obrigatório o uso de óculos de segurança

9* Óleo diesel na pista = queda !!! Tenha cuidado! De manhã cedo observe as saídas de garagens de ônibus e caminhões, onde sempre existe óleo no chão. Junto as paradas de ônibus e pedágios, nos horários de pique, esteja atento ao diesel derramado. Nos dias de chuva esteja alerta ao ver as cores do arco-íris sobre a pista de rolamento! Isso é diesel.

10* Andando por ruas ou estradas, observe a existência de óleo, areia ou água corrente nas curvas do caminho. qualquer uma destas circunstâncias podem resultar em acidente para o motociclista, com graves conseqüências.

11* Conversão à esquerda. é a pior situação para a motocicleta. Por sua rapidez e maneabilidade, a motocicleta oferece maior segurança se fizermos 3 conversões a direita.

12* Postura: boa postura na condução da motocicleta assegura uma melhor estabilidade, menor esforço nas manobras e melhor disposição do peso entre as duas rodas, assegurando melhor frenagem.

13* Reduza a velocidade antes de entrar nas curvas, usando a caixa de marchas e o sistema de freio da motocicleta.

14* Freio dianteiro: lembre-se em pequenas manobras e dentro das curvas, jamais use o freio dianteiro. ele poderá fazer você cair.

15* 70% freio dianteiro e 30% traseiro. esta é a proporção correta de aplicação dos freios na motocicleta. Dentro das curvas, tente freiar antes, mas se precisar freiar dentro da curva: utilize mais o freio traseiro, treine esta situação.

16* Quando você "lacra" o freio, você trava a roda, tira a estabilidade dinâmica da motocicleta e cria condições para a queda da motocicleta.

17* Uso do apoio lateral (pézinho): cuidado com os dias de calor (o asfalto pode derreter e a moto cair); não deixe a moto no apoio lateral com a roda dianteira voltada para a descida de uma ladeira, a moto pode andar para frente e cair. Cuidado com terreno arenoso ou gramado ou ainda no barro. o apoio lateral afunda e a moto cai.

18* Nos casos de dúvida: ceda a preferência!

19* Entre a rapidez e a segurança, prefira sempre a segurança

20* Derrapagem programada. ela pode salvar a sua vida.

21* Solte a moto somente depois da queda. não tente se jogar da moto antes do acidente, não deixe de soltar a moto após a queda, senão pode ser pior.

22* O carona deve se posicionar junto ao piloto, auxiliando no equilíbrio e na condução da moto. Crianças com menos de 7 anos na garupa é perigoso e proibido por lei.

23* Atenção ao limite de decibéis estabelecido pela legislação ao modificar o cano de descarga original.

24* Quando a pista estiver molhada ou em estrada de chão embarradas, a calibragem dos pneus deve ser diminuída para adequar-se a situação, melhorando a aderência.

25* Evite pilotar a noite, caso seja inevitável, tenha atenção redobrada, de noite todos os gatos são pardos!

26* Não somos perfeitos, somos todos falhos e por isso necessitamos que alguém, de vez em quando nos alerte para os erros que possamos estar cometendo.

27* Vamos ter coragem de dizer não para todas as provocações, e para todas as tentações de andar  mais rápido do que nosso discernimento e bom senso.

28* Afinal o que nos difere do animal? Porque dizer que o homem é racional se não consegue julgar valores como a vida e a morte quando sobe em uma motocicleta?

 

Apoio:

Departamento Municipal de Trânsito.

Brigada Militar

Secretaria Municipal de Esporte

 

Fontes:

Oscar de Oliveira Ramos Neto, João Alberto Machado dos Santos, Alexandre Sampaio, Joel Ribeiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário