domingo, 15 de julho de 2012

Tupã ainda tem 32 vagas para mototaxistas

Mototaxi

 

O município conta com 150 mototaxistas cadastrados atualmente e as normas da Diretoria de Área de Trânsito (DAT) da Prefeitura permite até 182, restando 32 vagas. Segundo o diretor do DAT, Gerson Gonzáles, a administração pública concede uma autorização para cada 350 habitantes.

De acordo com ele, dos 150 cadastrados, 130 são trabalhadores que se dedicam exclusivamente ao serviço, já os 20 restantes apenas para complementar a renda em horário inverso aos outros compromissos, ou apenas nos finais de semana.

Uma pessoa que trabalha somente com mototaxi ganha em média R$ 1.500 por mês, mas existem muitos casos também que o indivíduo deixa o trabalho quando consegue outro emprego.
Para se tornar um profissional do ramo, a pessoa deve ter idade igual ou superior a 21, residir em Tupã, habilitação categoria A, não possuir antecedentes criminais, realizar o cadastro de condutor autônomo na Prefeitura e recolher uma taxa de contribuição sindical.

A moto desse trabalhador dever 124 cilindradas, no mínimo, até 5 anos de fabricação, registro em posse do condutor, cônjuge ou alguém da família, além de todos os equipamentos necessários, identificação, e placa vermelha de veículo de locação, entre outros.

Os interessados podem procurar o DAT, localizado no Paço Municipal para se informarem e realizar o cadastro.

De acordo com o diretor, o valor da corrida entre as 6 horas da manhã e meia-noite, podem variar de R$ 3 a R$ 3,50. O primeiro valor deve ser cobrado para qualquer trajeto da área central e o segundo, para o deslocamento entre bairros extremos da cidade. Entre a meia-noite e às 6 horas, poderá ser cobrado até R$ 6, tanto em distancias menores como as maiores.

Já quando o destino é fora do perímetro urbano, o mototaxista fica livre para negociação. Esses valores são tabelados e devem ser cumpridos por todas as empresas de mototaxi. Caso o cliente se sinta lesado, ele deve recorrer ao DAT que irá aplicar a devida autuação ao profissional.

A partir do mês de agosto, os mototaxistas deverão participar de um curso no Sest Senat em Marília, de 4 dias, para permanecerem trabalhando.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário