quinta-feira, 19 de julho de 2012

Tudo para o cidadão ponta-grossense

Nossos legisladores a sombra de que visam o bem estar dos cidadãos ponta-grossenses aprovaram lei que regulamente o serviço de mototáxi para nossa cidade.

 

Nossos legisladores a sombra de que visam o bem estar dos cidadãos ponta-grossenses aprovaram lei que regulamente o serviço de mototáxi para nossa cidade. Há indícios de inconstitucionalidade em tal questão, por não ser competência municipal legislar sobre tal matéria, e ainda vamos enfrentar uma atitude do Ministério Público local. Mas como chegamos à regulamentação do serviço de mototáxi?
Nossos vereadores visam à regulamentação de um serviço prestado a população local, que caiu na graça da sociedade. Nosso prefeito teme pelo aumento de mortes na população. O Ministério Público vislumbra que a lei fere a Constituição Federal. E a população sabe que o serviço faz bem ao seu orçamento mensal. Resumindo, não há consenso sobre a finalidade da regulamentação do serviço de mototáxi.
Eu particularmente acho que a regulamentação do serviço de mototáxi tem fins econômicos, porque o serviço prestado é o mais barato para a população que por algum motivo não pode se servir do transporte público. O serviço de taxi em nossa cidade é o mais caro do sul do mundo. E o cidadão quando não pode se servir o transporte público e não pode pagar por um taxi, tem que valer de outras opções. Se o local aonde tem que ir é perto, o cidadão vai a pé. Se o local é distante, hoje ele pode usar o mototáxi. O taxi vai cobrar pelo quilômetro rodado, o mototáxi faz preço fechado pela corrida. O mototáxi cabe no bolso do cidadão sem onerar seu orçamento no final do mês. Enfim, com lei ou sem lei o serviço de mototáxi vai perdurar.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário