quarta-feira, 18 de julho de 2012

Serviço de mototáxi

Não tenho como começar a escrever sobre este assunto sem lembrar as últimas notícias sobre acidentes envolvendo motociclistas.

Não tenho como começar a escrever sobre este assunto sem lembrar as últimas notícias sobre acidentes envolvendo motociclistas.
Em levantamento o Ministério da Saúde, a mortalidade de motociclistas em acidentes superou a de pedestres e motoristas. E mais ainda, o custo do SUS em 2011 em relação a 2008 cresceu em 113% algo na casa de R$96 milhões para tratamento em casos de internação de motociclistas.
Analisando por este prisma, facilmente podemos ser contrários a regulamentação do serviço de mototáxi em nosso município, em razão da grande exposição que há para os usuários deste serviço.
Não quero criticar os mototaxistas, como quaisquer outros cidadãos eles têm o direito de prover seu sustento e de suas famílias. No entanto, para a regulamentação do serviço prestado é necessário que as condições e consequências sejam muito bem analisadas e pesadas.
Não há viabilidade em regulamentar um serviço que venha possivelmente mais prejudicar do que ajudar.
Noutra banda, qual a condição do trânsito em Ponta Grossa? Será que é viável regulamentar uma situação que pode criar mais dificuldade no tráfego em nosso Município?
Nosso município precisa primeiro criar condições, para depois regulamentar um serviço, exemplificando seria similar a construir um abatedouro de peixes sem ter a criação dos mesmos, ou seja, seria um tiro no pé, muito pior ainda, porque a atividade de mototáxi é sim uma atividade de risco.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário