sexta-feira, 27 de julho de 2012

Motorista moderno compra carro antes da habilitação

MONTEZUMA CRUZ 27/07/2012 00h02

Foto: Correio do Estado

O ex-instrutor Manuel Correia alerta: autoescolas antigas ensinavam as pessoas a dirigir também em r

Para ser bom motorista, o candidato ou candidata a receber a carteira nacional de habilitação (CNH) tinha aulas à noite e em dias de chuva, conhecia a troca de faróis, trocava pneus, sabendo exatamente a potência do motor do carro. Preparava-se a pessoa para dirigir não apenas na malha urbana, mas em rodovias estaduais e federais.

Esse era o retrato do Rio de Janeiro nos anos 1960, no século passado; hoje pode servir de reflexão para os mais de 17 mil habilitados (média obtida pelo Detran entre março e junho) em Mato Grosso do Sul.

No entendimento do ex-instrutor de trânsito e policial federal aposentado Manuel Correia Ribeiro, 80 anos, motorista há 60, sem qualquer infração, a aplicação de regras rígidas permitiam formar bons condutores. “Dirigi pela primeira vez um automóvel Chrysler, de meu pai”, ele recorda.

Correia lamenta o que considera uma inversão de valores: “Atualmente há pessoas que adquirem o carro na concessionária antes mesmo de obter a carteira”.

Leia mais no jornal Correio do Estado

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário