terça-feira, 3 de julho de 2012

Homem é morto com vários tiros na garupa de um mototaxi no São Francisco

01/07/2012 23:00h

Edilson Alves Júnior, de 29 anos, mais conhecido por Júnior, residente no bairro Vila Arias, foi morto com vários tiros na noite deste domingo (1), em Caxias. Na ocasião a vítima estava saindo de um clube de festa no Bacurí na garupa de um mototaxi, e foi executado no bairro São Francisco.

Segundo conhecidos da vítima, o mototaxi ao chegar na Rua Saturnino Belo, próximo a Escola Municipal Coelho Neto, foi surpreendido com dois elementos em uma motocicleta que alvejaram vários disparos de arma de fogo contra Júnior e em seguida evadiram-se do local. O mototaxista assustado com a situação largou a moto e tentou fugir dos disparos.

Júnior morreu ainda no local com trauma no tórax e também traumatismo craniano. O seu corpo foi removido, necropsiado e em seguida liberado para os familiares.

O investigador da Polícia Civil, Kilson Araújo, trabalha com a hipótese de acerto de contas, visto que a vítima já tinha passagem pela polícia por assaltos, tráfico de drogas e homicídio.

Mais

De acordo com informações do Serviço de Inteligência do 2º BPM, Júnior deveria estar indo dormir na CCPJ, local em que estava cumprindo pena. Ele é suspeito de ter executado o jovem Donizete Severino dos Santos, de 19 anos, fato ocorrido na tarde do dia 16 de abril deste ano, na Vila Arias.

Júnior também é apontado como um dos suspeitos de ter participado do
latrocínio da noite do dia 29 de junho, em que foi vítima o mototaxista Antonio Firmo Rocha Andrade, pois após investigações feitas pelo Serviço de Inteligência a motocicleta da vítima foi encontrada, na tarde deste domingo, na casa de Josemir da Silva, localizada na 4ª Travessa Vila Arias. De acordo com a mãe de Josemir, a motocicleta foi deixada em sua residência pelo próprio Josemir e pelo Júnior.

Fonte: João Lopes/Direto da Redação

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário