sábado, 23 de junho de 2012

Regulamentação do mototáxi terá manifestação na segunda

 

 

O vereador Edílson Fogaça (PTN), autor do projeto que regulamenta o serviço de transporte de passageiros por motocicletas no Município, denominado mototáxi

O vereador Edílson Fogaça (PTN), autor do projeto que regulamenta o serviço de transporte de passageiros por motocicletas no Município, denominado mototáxi, contou ontem que o Sindicato dos Motoboys de Ponta Grossa (Sindmotos) fará uma manifestação na próxima segunda-feira, às 15 horas, para cobrar da Câmara a aprovação da proposta. Os motoboys vão se concentrar em frente ao prédio do Legislativo e depois irão acompanhar a votação do projeto.

Demanda
Atualmente, apenas o serviço de moto-entrega é regulamentado no Município e existe a necessidade de uma regulamentação do mototáxi tendo em vista o aumento na procura por esse tipo de serviço, que é bem mais barato do que um táxi convencional.

Maior segurança
O entendimento de Fogaça é de que a regulamentação vai proporcionar maior segurança aos usuários do serviço e tranquilidade para os motociclistas que trabalham na área. Itens de segurança são estabelecidos no projeto, assim como os requisitos para a execução do serviço.

Lupion em PG
O deputado federal Abelardo Lupion (DEM) esteve ontem em Ponta Grossa cumprindo agenda política. Ele se reuniu com lideranças locais e da região em uma fazenda na cidade. Os vereadores Valter de Souza (DEM) e Maurício Silva (PSB), que foram cabos eleitorais de Lupion em 2010, participaram da reunião. O parlamentar quer marcar presença nas eleições municipais nos Campos Gerais para não perder território político.

Vai permitir
Guilherme Gonçalves, renomado advogado que representa o deputado estadual Péricles de Mello (PT) nos processos que tramitam no Tribunal de Contas, das contas de 2001 e 2003, enfatizou ontem que a aprovação das contas de 2003 também deve se repetir com as contas de 2001 e assim permitir com que o petista seja candidato.

Sem dolo
O advogado enfatizou que as questões técnicas que envolvem as prestações de contas estão sendo reconsideradas pelos conselheiros e que em nenhum dos casos existiu a chamada improbidade administrativa dolosa, quando se age para desviar recursos públicos, por exemplo.

Registro
Para Gonçalves, sem a presença do dolo, não haverá nada que poderá levar a Justiça Eleitoral a não conceder o registro de candidatura para Péricles. Porém, como não deve ter tempo para que a Câmara faça um novo julgamento, já tem gente se preparando para pedir à Justiça que não acate o registro da candidatura do petista.

PSDC livre
O presidente do PSDC, Romualdo Camargo, disse ontem que o presidente estadual da legenda, Luiz Adão, deixou o Diretório Municipal livre para escolher com quem irá compor. Assim, até domingo, quando acontece a convenção do partido, uma decisão será tomada. O PSDC avalia o apoio a Marcelo Rangel (PPS), Péricles de Mello e Márcio Pauliki.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário