domingo, 6 de maio de 2012

Transporte ilegal traz transtornos aos taxistas


Data: 06/05/2012

Não é preciso ir muito longe para encontrar um veículo que faz transporte clandestino na Grande Aracaju. Eles estão espalhados por todos os lugares – a olhos vistos - principalmente na Rodoviária Nova e no Centro da capital. A questão já tomou status de segurança pública, pois estes transportadores costumam ser extremamente hostis ao serem fiscalizados pelo órgão competente. “Já tivemos conflitos enormes com mototaxistas e transportadores clandestinos de bairros como o Santa Maria e o que acontecia: a equipe flagrava estes veículos fazendo o transporte ilegal e enquanto eles autuavam, estes transportadores clandestinos chamavam várias pessoas interessadas e lá virava um tumulto, chegando a ser caso de Polícia. Eles fechavam avenidas e queimavam pneus. Já tiveram que chamar até a tropa de choque”, destaca o Major Paiva da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).
Segundo o Major Paiva, os transportadores clandestinos não geram problemas apenas para o sistema de transporte regular, mas também para a cidade, aumentando o número de veículos em circulação e ocasionando transtornos. “Considera-se transporte clandestino todo veículo não autorizado que realiza uma concorrência desleal com o regular, pois não paga impostos, não recebe regulação alguma e, ainda, tomam uma parte da parcela da clientela do transporte regular de passageiros. Em Aracaju, há várias modalidades: moto-táxi, veículos placa cinza (carro particular em que o proprietário acaba fazendo o transporte remunerado de passageiros), táxis de outros municípios que circulam na capital em busca de passageiros, clandestinos escolares e os intitulados táxis-pirata (veículo particular caracterizado e pintado como se fosse um táxi com concessão)”, explica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário