segunda-feira, 14 de maio de 2012

Prefeitura pede apoio do 11º BPM para coibir 'mototáxis' em Penedo

Arquivo - aquiacontece.com.br

Mototaxistas realizam o trabalho de forma clandestina

cerca de 60 motociclistas que circulam em Penedo transportando passageiros de forma clandestina, podem sofrer forte represália durante esta semana. A Prefeitura de Penedo por meio de sua Procuradoria Geral, encaminhou ao 11º Batalhão de Polícia Militar, um ofício solicitando apoio para conter o crescente número de motociclistas que vem desenvolvendo a profissão não regulamentada em Penedo.

A associação que representa a categoria foi criada há quase um ano e desde então uma batalha foi iniciada no sentido da Câmara de Vereadores compreender a importância da prestação do serviço na cidade ribeirinha, uma das únicas no Baixo São Francisco em que a profissão de mototaxista ainda não foi regulamentada e posta em prática de forma definitiva.

De acordo com o presidente da Associação dos Mototáxis de Penedo, o comerciante José da Rocha Vieira, o Zé da Ladeira, a cidade carece do serviço de mototaxi, e isso, não representará nenhuma perda para os taxistas que continuarão com seus clientes. “Nosso município só ganhará com mais esta oportunidade de emprego para centenas de pais de família que enxergam uma nova perspectiva de vida em sua própria terra”, declarou Zé da Ladeira.

Justificativa

A justificativa da associação que foi enviada à Câmara de Vereadores, pede a regulamentação do transporte pago de passageiros em motocicletas, ressaltando que o público atendido pela categoria é de baixa renda e não tem condições de pagar por uma corrida de táxi. A associação dos mototaxistas também lembrou que a profissão já é regulamentada em nível nacional.

Polêmica

Apesar de tratar-se de um assunto polêmico a proposta de regulamentação do transporte pago ser realizado por motociclistas em Penedo, foi bem recebida pela maioria dos vereadores que acham salutar neste momento a realização de uma audiência pública com os demais segmentos da sociedade penedense.

Para endossar o pedido de regulamentação do serviço em Penedo, o vereador Alcides de Andrade Neto, o Cidoca (PSD) apresentou projeto de viabilidade para a criação do serviço com amparo legal. O prefeito Israel Saldanha (DEM) ainda não se pronunciou sobre o assunto, devendo esperar que a Câmara de Vereadores primeiro se manifeste e provoque o executivo para analisar e posteriormente sancionar a lei que regulamentará a profissão em Penedo.

por Rafael Medeiros

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário