segunda-feira, 14 de maio de 2012

Denatran recebe diretores de Detrans da Região Norte em Brasília

10/05/2012 - 11:02 Daniele Albuquerque

Diretores de Departamentos de Trânsito (Detran) da Região Norte participaram, nesta quarta-feira, 9, de reunião com a diretoria e dirigentes do Departamento Nacional de Trânsito (Foto: Cedida)

Diretores de Departamentos de Trânsito (Detran) da Região Norte participaram nesta quarta-feira, 9, de reunião com a diretoria e dirigentes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). A intenção do encontro é aproximar os órgãos com o intuito de alinhar informações e esclarecer as dúvidas mais frequentes relacionadas às resoluções do Conselho Estadual de Trânsito.

Para os diretores essa é uma grande oportunidade de diálogos e discussão sobre as principais dificuldades encontradas em decorrência das particularidades enfrentadas por cada região e ainda um momento oportuno para o fortalecimento do órgão e para oferecer sugestões que visam melhorar o trânsito brasileiro.

Na pauta foram abordados diversos temas, entre eles o registro de reboque de fabricação caseira que demanda certificado de segurança veicular emitido por uma Instituição Técnica Licenciada (ITL) que não existe em alguns Estados como Acre e Roraima, e ainda as Resoluções 168, 282, 358 e 398 do Contran.

Sawana Carvalho, diretora do Detran/AC expôs a preocupação com e Resolução 358 que determina a exigência de nível superior para os examinadores. Segundo a resolução, àqueles que são credenciados pelo Detran e que não estão de acordo com a resolução, foi estabelecido um período de dois anos para se adequar, prazo incompatível com o tempo de conclusão de um curso de nível superior.

Mônica Melo, diretora do Detran/AM, chamou a atenção para o prazo estabelecido para o processo de formação de condutores de primeira habilitação. Segundo ela, fatores como enfermidades e logística geográfica impedem que a CNH seja emitida dentro do prazo e que o ideal é que ele seja ampliado de acordo com a peculiaridade de cada município.

Jorge Guimarães, diretor do Detran/RR, enfatizou a falta de resposta às consultas feitas pelos Detrans e diz que a demora acarreta cobranças de posicionamentos pelos usuários, mas agradece o encontro e acredita que esse seja um novo momento para os órgãos.

Roberto Craveiro, coordenador-geral de Informatização e Estatística do Denatran, pediu que os diretores formalizem as sugestões através da Associação Nacional dos Departamentos de Trânsito (AND) e enviem ao Denatran.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário