segunda-feira, 28 de maio de 2012

Briga entre policiais termina com dois mortos em bar de Águas Claras Publicação: 26/05/2012 21:10 Atualização: 27/05/2012 10:04 Uma briga envolvendo dois policiais terminou com duas vítimas fatais e um ferido grave na tarde deste sábado (26/5), em Águas Claras. O sargento da Polícia Militar Jorge Frank Quinto, 45 anos, morreu no local, após receber tiros do policial civil de Goiás, lotado em Cristalina, Fábio Luciano, 41 anos. Fábio Luciano foi levado ao hospital e está no centro cirúrgico do Hospital de Base, em estado gravíssimo, segundo informações da Delegacia de Polícia de Taguatinga Sul, que acompanha o caso. O empresário Ronefrancis Bandeira da Silva, 38 anos, não estava envolvido na briga, mas acabou levando um tiro e também foi morto no local. A briga ocorreu por volta das 17h50, em um bar onde ocorria um encontro de motociclistas, na Área de Desenvolvimento Econômico de Águas Claras. Segundo o delegado que cuida do caso, Lúcio Valente, a briga teria sido motivada pelo fato de o policial militar Jorge Frank estar com o som de seu carro ligado em volume muito alto. Fábio Luciano se irritado com o volume da música, foi reclamar com Jorge Frank e, então teria começado o embate entre os dois. A discussão entre Jorge e Fábio, que participava do encontro, prolongou-se à via pública em frente ao estabelecimento, onde acabou ocorrendo o tiroteio. Ainda segundo a polícia, há indícios de que os policiais estavam sob o efeito de álcool. O delegado instaurou inquérito e está ouvindo testemunhas. Saiba mais... Vídeo mostra momentos após a briga entre policiais em Águas Claras Policial morto em briga em Águas Claras é enterrado em Taguatinga Morre o terceiro envolvido


Briga entre policiais termina com dois mortos em bar de Águas Claras

Publicação: 26/05/2012 21:10 Atualização: 27/05/2012 10:04

Uma briga envolvendo dois policiais terminou com duas vítimas fatais e um ferido grave na tarde deste sábado (26/5), em Águas Claras. O sargento da Polícia Militar Jorge Frank Quinto, 45 anos, morreu no local, após receber tiros do policial civil de Goiás, lotado em Cristalina, Fábio Luciano, 41 anos.

Fábio Luciano foi levado ao hospital e está no centro cirúrgico do Hospital de Base, em estado gravíssimo, segundo informações da Delegacia de Polícia de Taguatinga Sul, que acompanha o caso.

O empresário Ronefrancis Bandeira da Silva, 38 anos, não estava envolvido na briga, mas acabou levando um tiro e também foi morto no local. A briga ocorreu por volta das 17h50, em um bar onde ocorria um encontro de motociclistas, na Área de Desenvolvimento Econômico de Águas Claras.

Segundo o delegado que cuida do caso, Lúcio Valente, a briga teria sido motivada pelo fato de o policial militar Jorge Frank estar com o som de seu carro ligado em volume muito alto. Fábio Luciano se irritado com o volume da música, foi reclamar com Jorge Frank e, então teria começado o embate entre os dois.

A discussão entre Jorge e Fábio, que participava do encontro, prolongou-se à via pública em frente ao estabelecimento, onde acabou ocorrendo o tiroteio. Ainda segundo a polícia, há indícios de que os policiais estavam sob o efeito de álcool. O delegado instaurou inquérito e está ouvindo testemunhas.

Um comentário:

  1. o policial fabio luciano não bebia,fontes seguras como esposa,amigos e parentes informaram a policia.

    ResponderExcluir