sexta-feira, 27 de abril de 2012

Saiba quando vale trocar dívida de banco

Custos com despachante e pendências do carro podem diminuir vantagens da migração para outro banco

O consumidor pode aproveitar o movimento de redução da taxa de juros para trocar a dívida de financiamento do carro por outra mais barata. Neste mês, bancos públicos e privados anunciaram taxas entre 0,89% e 2,25% ao mês.

Ao trocar um financiamento para a aquisição de um carro com juros de 2,5% ao mês por outro com taxas mensais de 1,5%, o cliente pode economizar cerca R$ 2,8 mil, segundo simulação feita a pedido do Metro pelo vice-presidente da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças), Miguel José Ribeiro de Oliveira.

Além de avaliar a taxa de juros, para trocar de banco, o cliente precisa considerar os custos de transferência – hoje os despachantes cobram cerca de R$ 300 – e eventuais pendências do veículo, como multas e licenciamentos em atraso.

De acordo com Oliveira, o primeiro passo é procurar o banco em que o consumidor fez o financiamento para tentar reduzir o custo do empréstimo. Se conseguir taxas menores, o cliente não precisa assumir nenhum custo adicional, pois o carro continuaria em garantia no banco sem a necessidade de se fazer qualquer alteração no Detran.

“O importante é o consumidor barganhar a redução no custo do empréstimo. Se a redução for superior ao custo que ele vai ter para transferir o veículo para o novo banco, aí vale a pena continuar”, orienta o economista.



Fonte: Band.com.br - 27/04/2012

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário