quinta-feira, 26 de abril de 2012

Reajuste nas tarifas nas corridas de taxis e mototaxistas não agrada população

O valor foi acrescido conforme a distância da rota desejada. As categorias levaram em consideração principalmente o aumento do preço da gasolina na cidade, vendida a R$ 3,48, o litro.

De acordo como presidente dos mototaxistas, Eudes Nascimento, a medida foi tomada levando em consideração o desgaste de pneus, peças e acima de tudo o preço da combustível.

“Em Rio Branco, levando em consideração as condições de trabalho e logística a tarifa está adequada. Mas aqui em Cruzeiro do Sul, fica complicado para nós continuarmos com o mesmo valor, sendo que tudo aumenta. A gasolina é muito cara e não temos condição de oferecer o serviço sem dispormos de as mínimas condições”.

Os taxistas também aderiram a novas tarifas. E caberá ao cliente, a decisão de acordar o valor com o profissional ou ainda aderir ao uso do taxímetro. “A população ainda não se acostumou com o taxímetro e ainda prefere fazer ajuste do valor cobrado com o taxista”, disse.

A população ao saber do reajuste está optando por outros serviços, como por exemplo, o transporte coletivo, de ônibus e vans, que oferecem o transporte com o preço mais em conta.

“De vez em quando fazia viagem com mototaxi, mas agora vou é de ônibus mesmo, que passa perto de casa e ainda pago a metade do preço que se fosse de mototaxista”, finalizou a dona de casa Maria das Graças.

Tribuna do Juruá – Dayana Maia

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário