segunda-feira, 16 de abril de 2012

Pesquisa revela opinião dividida sobre a implantação de moto faixas

 

Imagens

Moto faixas devem reduzir a acidentalidade com motociclistas.

 

By Equipe Sobremotos, Clique no nome do autor ao lado para comentar.

 

Domingo, 15 Abril 2012


Pesquisa empreendida pelo ISM – Instituto SobreMotos colheu 3.101 votos no período de 06 de março a 10 de abril de 2012 a fim de saber a opinião da população sobre a implantação de moto faixas nas grandes cidades brasileiras.

As moto faixas chegaram a ser implantadas na cidade de São Paulo, mas o resultado final não agradou o Secretário Municipal de Trânsito, pois o número de acidentes envolvendo motociclistas não teve significativa redução, apesar de o Sindicato dos Motoboys ter apoiado esta iniciativa alegando que as moto faixas são sim mais seguras. Já em Recife existe projeto do vereador Maré Malta para a criação de moto faixas.

Num primeiro momento, a pesquisa alcançou um número maior de motociclistas do que de outros cidadãos, levando a um resultado preliminar no qual 66% aprovavam a implantação das moto faixas, ou seja, quem anda de moto aprova e prefere rodar por uma via exclusiva por uma questão de segurança.

No entanto, avançando com a pesquisa no tempo e sobre uma espectro mais diversificado de amostra, o resultado chegou a um empate técnico, com 50,1% dos votantes a favor das moto faixas e 49,9% contra. Deduz-se então que aqueles que não andam de motos reprovam a ideia, pois enxergam nesta medida um fator que vai “roubar” espaço de circulação principalmente dos carros, aumentando ainda mais os engarrafamentos com este tipo de veículo.

Com estes resultados fica notória a luta pela defesa de interesses entre motociclistas e motoristas, o quê é ponto de reforço para a separação da circulação destes tipos de veículos nas vias. Os motoristas comumente reclamam da imprudência dos motociclistas, mais diretamente dos moto profissionais, e estes, por sua vez, reclamam do desrespeito que sentem pelos condutores de carros. Enfim, uma polêmica muito difícil de ser solucionada, senão pela adoção das moto faixas.

A adoção de moto faixas em avenidas de intenso fluxo em grandes cilindradas deve reduzir sim a acidentalidade envolvendo motociclistas. A retirada das moto faixas existentes na capital paulista teve motivações não bem esclarecidas e causaram muita estranheza àqueles para quem foram destinadas, e as estavam aprovando, os motoboys.

A verdade, duríssima de ser aceita em função da cultura estabelecida no Brasil, é que o grande “vilão” causador dos congestionamentos e do elevado número de acidentes é o excesso de carros colocados no sistema todos os dias, impossibilitando ao poder público, por melhor que este fosse, prover vias suficientes para atender a demanda de fluxo, pecando, no entanto, na precária formação exigida para a concessão de CNH e sendo pouco rígido na fiscalização.

O aumento expressivo do número de motos em circulação é uma resposta natural da sociedade à dificuldade viária, criada em função do excesso de carros em circulação e da precariedade do sistema público de transportes. Como para o que se deveria fazer não há vontade política, que é restringir ainda mais a circulação de automóveis em centros urbanos e melhorar a qualidade do transporte público, as moto faixas são uma ótima alternativa.

O ISM – Instituto SobreMotos é uma organização da sociedade civil de interesse público voltada para a pesquisa e estudos da problemática viária e para o ensino especializado para motociclistas. Para contatos basta telefonar para (51) 3061.3306.

Foto: Divulgação

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário