quinta-feira, 22 de março de 2012

Operação da Seop apreende 25 mil mídias piratas com ambulantes na Ilha

 

 

Rio - Uma grande operação de combate à desordem realizada por agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop), com apoio de guardas municipais, nesta quarta-feira, na Ilha do Governador, apreendeu 25 mil mídias piratas vendidas irregularmente em via pública por ambulantes não autorizados. Além das mídias, outros mil itens foram apreendidos, entre controles remotos, relógios, fones de ouvido, lanternas, calculadoras, pilhas, sombinhas e óculos.

Durante a ação, três pontos de energia clandestina foram desligados. Uma estrutura utilizada como ponto de mototaxi montada na calçada foi demolida. A fiscalização atuou no entorno do shopping Ilha Plaza, na Estrada do Dendê e no Cocotá.

Agentes da Seop apreenderam mais de 25 mil mídias piratas | Foto: Divulgação

"A operação realizada hoje na Ilha tem como objetivo reprimir o comércio ambulante não autorizado que ocupa as calçadas. Recebemos denúncias de moradores e a Ordem Pública intensificará as ações na região", disse Marcelo Maywald, subsecretário de Ordem Pública, que acompanhou pessoalmente a ação.

Participaram da operação 40 pessoas entre agentes da Seop, guardas municipais, garis da Comlurb e funcionários da Seconserva, que contaram com o apoio de policiais militares. Cinco caminhões foram utilizados na operação.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário