sexta-feira, 23 de março de 2012

Cariri-CE: Mototaxistas recebem curso de capacitação em cidades da regiãoi

Por

jotalopes

Resolução do Contran estabelece que o curso é obrigatório para quem utiliza o veículo para atividade remunerada

No Crato, cerca de 800 pessoas exercem a profissão de mototaxista FOTOS: YAÇANÃ NEPONUCENA

Crato.

A partir de uma solicitação feita há dois anos pela Associação dos Mototaxistas do Crato, a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará está oferecendo aos mototaxistas e motofretistas de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha um curso de formação em mototáxi e motofrete. Ao todo, nas três cidades, 150 profissionais participam das atividades. Porém, há uma abstenção devido aos horários do curso, que coincidem com os períodos de maior fluxo das corridas.

Para os mototaxistas, o curso especializado é uma boa oportunidade para que antecipem os conhecimentos sobre as exigências da legislação de trânsito, já que, de acordo com a resolução 350 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o conhecimento é obrigatório para todas as pessoas que exercem atividades remuneradas na condução de motocicletas e motonetas.

A meta é possibilitar discussões permanentes que proporcionem conhecimentos, valores, posturas, padronização, atitudes dos profissionais, segurança no trânsito, além de melhorar os serviços e o atendimento ao público. Conforme a lei, cada motociclista profissional deve se atualizar a cada cinco anos.

A medida entrou em vigor em 15 de dezembro de 2010, mas, na região do Cariri, os órgão de trânsito ainda não cobram o certificação do curso. As aulas, que acontecem nos períodos da tarde e noite, abordam assuntos relacionados à legislação e conhecimentos básicos, como relacionamento interpessoal do profissional com o cliente, noções dos riscos sob duas rodas, práticas de pilotagem e até técnicas de venda e associativismo. No Cariri, o curso teve inicio no último dia 27 de fevereiro e vai até o próximo dia 23 de março.

As atividades estão sendo executadas pelo Serviço Social do Transporte (Sest) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) de Sobral, única instituição no Ceará autorizada a oferecer as aulas.

Todos os dados referentes à habilitação dos motociclistas profissionais foram encaminhados ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Os condutores que apresentaram pendências junto ao órgão não puderam se envolver nas atividades. Ainda não está prevista a formação de novas turmas.

Profissionais cadastrados

De acordo com o Sindicato dos Mototaxistas de Juazeiro do Norte (Sindimoto), na cidade, existem 1.666 motociclistas profissionais cadastrados pelo Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) para exercer a profissão. Em Crato, a média é de 800 e, em Barbalha, cerca de 500 pessoas exercem a profissão. A média diária de faturamento de cada é de R$ 40 reais.

Para o presidente do Sindmoto, Clóvis Magalhães Mendonça, a maior dificuldade em exercer a profissão de mototaxista, além da concorrência com os mototaxistas clandestinos, é o descumprimento das medidas previstas na lei que regulamenta a profissão. “É preciso que os colegas respeitem os pontos estabelecidos na lei. Esse curso é uma boa oportunidade para a qualificação”, afirma o presidente. As atividades de mototaxista e motofrentista foram reconhecidas como profissão recentemente. A Lei 12.009/ 2009 estabelece os direitos e deveres da categoria.

Mais informações:
Prefeituras Municipais Crato: (88) 3521.8969
Juazeiro do Norte Telefone: (88) 3566.1002
Barbalha Telefone: (88) 3532.3022

Portal Verdes Mares

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário