terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Profissionais irão se reunir amanhã no Paço Couto Magalhães

30/01/2012 - 11h27  

Da Redação
Os mototaxistas que trabalham em Várzea Grande realizam nesta terça-feira (31) um ato de agradecimento, em frente ao Paço Couto Magalhães, para comemorar a aprovação da Lei que regulamenta o serviço no município. O evento está marcado para ás 10 horas e deve reunir cerca de 300 profissionais.
A Lei 3633/2011, que cria e disciplina o serviço, foi aprovado no final do ano passado. “Essa era uma antiga reivindicação dos profissionais que, desde 2001, buscavam a regulamentação da atividade. Com a nova lei os mototaxistas terão uma série de benefícios à categoria e, a população que utiliza esse veículo de transporte, mais segurança”, destacou o presidente da Associação dos Mototaxistas de Várzea Grande, Silvio Santos Gonçalves.
Ele disse ainda que com a aprovação da Lei os profissionais terão reconhecimento e respeito. “Somos pais de famílias e responsáveis, mas reconhecemos que algumas pessoas trabalham de forma irregular, e isso acaba afetando a credibilidade dos que estão trabalhando de forma regular”, disse.
PADRONIZAÇÃO – A cor da motocicleta e do capacete dos mototaxistas que trabalham em Várzea Grande será padronizada para diferenciar dos que atuam na capital. A associação e o Sindicato dos Mototaxitas estarão realizando um cadastramento de todos os profissionais que atuam na cidade e aqueles que não se adequarem as normas que estabelece a atividade não poderão atuar no município.
CAPACITAÇÃO - De acordo com artigo XX, com a Lei aprovada e regulamentada a prefeitura tem 15 dias para fazer o chamamento por meio de edital de convocação dos mototaxistas. Depois deste período, os profissionais devem procurar a Secretaria de Trânsitos e Transportes Urbanos (STTU/VG) para fazer o cadastramento, tendo um prazo de 90 dias para equipar a moto e adquirir os equipamentos de segurança.
Os profissionais cadastrados vão participar de uma capacitação sobre segurança no trânsito, segundo a resolução n° 350 do Denatran.

Nenhum comentário:

Postar um comentário