quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Idoso ao volante: Quando é a hora de parar de dirigir?

 

Especialistas dizem que famíla devem ficar atentos a perda de reflexos

 

Na semana passada, o Vanguarda TV mostrou o acidente provocado por uma motorista de 75 anos em Caraguatatuba. Ela perdeu o controle do carro e atropelou onze pessoas. A ocorrência deixou uma pergunta: até que idade é seguro dirigir, sem trazer riscos para si mesmo e as pessoas?

Ernane tem 68 anos e é aposentado. Jogar com os amigos é apenas uma das atividades diárias dele, que incluem ainda as compras da casa e idas ao banco.



Um dos pontos fundamentais para Ernane manter a independência, fazer o que quer, é ter um carro e poder dirigir. “O carro hoje não é luxo é uma necessidade. A gente dá conta de cumprir várias tarefas indo de carro”.

No trânsito, fica comprovado. Ernane dirige com cuidado, reclama dos apressadinhos e de quem faz barbeiragem. Mas ele reconhece, já encontra algumas dificuldades ao volante. “Nas condições noturnas aí dificulta um pouco. O pessoal não tem tanto cuidado com os outros. Eu podendo evitar, eu evito dirigir à noite”.

Mas até que idade é possível dirigir? A lei não impõe limites. Apenas exige exames mais frequentes para renovar a carteira de habilitação. “A cada três anos ele passa pela avaliação. O motorista novato vai ser avaliado a cada cinco anos”, explica o instrutor de trânsito, Gilberto França.

Na semana passada, uma idosa de 75 anos, atropelou 11 pessoas que estavam em uma calçada em Caraguatatuba. Ela estava estacionada em frente a uma agência bancária. Ao dar ré, bateu em um carro forte. Depois acelerou, atingindo as vítimas.

Segundo a médica geriatra Regina Vasconcelos, ao envelhecer temos uma perda parcial na visão, nos reflexos e na capacidade de tomar decisões rápidas. Sintomas normais, que não impedem a direção. Mas o idoso e a família devem ficar atentos caso eles se agravem. “É muito mais bom senso do que qualquer outra coisa. Não existe um limite de idade, mas existe o limite de capacidade e ele tem que ajudar os outros nessa decisão”.

Por enquanto Ernane pode passear á vontade por aí. Ele disse que vai saber a hora de parar. “Eu acho que vai chegar um dia em que eu mesmo vou perceber que não dá mais para dirigir, até para evitar problemas”.

Os especialistas afirmam ainda que para dirigir de forma segura, os idosos devem evitar sair nas horas de maior movimento e pegar o volante à noite, por causa da redução do campo visual. Além de optar por horários mais tranquilos, quem quiser dirigir por bastante tempo deve escolher as vias que já conhece e, de preferência, sair acompanhados.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário