terça-feira, 29 de novembro de 2011

Mototaxistas ganham treinamento em cidade catarinense


A Associação de Micro e Pequenas Empresas (Ampe) ofereceu aos mototaxistas de Lages a oportunidade de aperfeiçoamento do trabalho. A proposta foi oferecida na noite de segnda-feira (28), em reunião realizada na própria associação, bairro São Pedro. Apesar de a lei de mototaxista ainda não ter sido sancionada, os profissionais querem qualificar o serviço.

 

 

As propostas da Ampe para fortalecer a profissão compreendem em oferecer treinamentos aos mototaxistas, palestras de segurança com especialistas da área, suporte para a legalização da categoria e missões empresariais. Tudo sem nenhum custo aos profissionais.

 

 

Segundo o secretário executivo da Ampe Volnei Oliveira, a primeira reunião serviu para apresentar como está o funcionamento da entidade e os benefícios dessas propostas. "Rio do Sul é um exemplo de sucesso em relação a isso. Estamos pensando em buscar junto a eles um suporte para aplicarmos, em Lages, os mesmos cursos", afirma o secretário.

 

 

No dia 6 de dezembro, às 19 horas, na Ampe uma nova reunião será realizada para reforçar as propostas junto à categoria e aperfeiçoar os trabalhos. Além da participação de profissionais das áreas de qualificação, na reunião estará presente o vereador Marcius Machado, que tem buscado a regulamentação desta categoria.

 

 

A lei que regulamentaria a atividade de mototáxi e motofrete foi aprovada pela Câmara de Vereadores em fevereiro deste ano e deveria estar valendo no fim de maio, porém por falhas na regulamentação ela não foi sancionada.

 

 

O primeiro problema foi um dos artigos que previa a obrigatoriedade do seguro para o piloto, carona e terceiros, porém, na época não haviam seguradoras que ofereciam este serviço. A solução foi retirar a emenda da lei, mas até agora não houve outra proposta que a substituísse.

 

 

Segundo a Secretaria do Meio Ambiente, responsável pela regulamentação, faltam definir alguns parâmetros, porém não informou quais.

Fonte: Correio Lageano / Revista Mundo Moto

Nenhum comentário:

Postar um comentário