sábado, 1 de outubro de 2011

Santos (SP): Motoboys terão curso gratuito de qualificação

Sex, 30 de Setembro de 2011
Fonte: Assessorias de Imprensa da Secretaria estadual do Trabalho e da Força Sindical

Serão 9.510 vagas distribuídas em 16 cidades do Estado de São Paulo

O governador Geraldo Alckmin lançou no dia 28, o Curso de Qualificação Profissional para Motofrete. O curso é oferecido pelo Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ), gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (Sert). Serão ofertadas 9.510 vagas para 16 cidades do Estado: Araraquara, Bauru, Campinas, Cubatão, Guarulhos, Limeira, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, São Paulo, São Vicente, Sorocaba e Taubaté.

 "Qualificar os trabalhadores é fundamental para evitar acidentes, que prejudicam as pessoas e os motofretistas. Vamos fazer uma grande publicidade dos cursos para a categoria. O curso será obrigatório para exercer a atividade", disse Paulo Cezar Barbosa, presidente do Sindimoto de Santos e região. Na Baixada Santista, o governo do Estado fará 1.620. Para se inscrever basta provar que já trabalha na atividade, através do holerite ou carteira de trabalho, com Código Brasileiro de Ocupação, informou Barbosa.

O curso é gratuito, voltado para homens e mulheres, tem duração de 30 horas e será ministrado pelo SEST/SENAT. A estrutura curricular engloba os seguintes tópicos: Ética e cidadania na atividade profissional, Noções básicas de legislação, Gestão do risco sobre duas rodas, Segurança e saúde, Transporte de pessoas ou Transporte de cargas e Prática veicular individual específica (carga ou pessoas).

 "Essa é uma questão de saúde pública. Nós temos um número de acidentes elevados, com sequelas e óbitos. Então, os cuidados em termos de direção defensiva, o comportamento no trânsito e a melhor formação profissional são muito importantes do ponto de vista da educação, prestação de serviços, qualificação profissional e de saúde pública", declarou o governador.

 Em 2009, foi sancionada a Lei nº 12.009, que regulamenta o exercício da profissão motofretista. Em 2010, o CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) estabeleceu a Resolução nº 350 que institui o curso de motofrete como obrigatório para os profissionais da área. É importante lembrar que a fiscalização começará a ser feita a partir de agosto de 2012. Dessa maneira, o curso oferecido pela Sert, visa capacitar os trabalhadores do setor, oferecendo um curso gratuito para a adequação dos motofretista à nova resolução.

 Inscrição

Para se inscrever, o candidato precisa cumprir alguns requisitos: ter completado 21 anos, estar habilitado, no mínimo, há dois anos na categoria A e não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), decorrente de crime de trânsito, bem como estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.Caso o trabalhador se enquadre em todas as resoluções citadas, ele deve realizar a inscrição pessoalmente nos postos do SEST/SENAT (confira os endereços abaixo), de segunda a sexta feira, das 8h às 17h, e sábado, das 8h às 12h. Para realizar a inscrição é necessário levar uma foto 2x2 colorida e recente, certidão original de prontuário do Detran pra fins trabalhistas (retirar no Ciretran da cidade onde foi emitida a CNH ou no Poupatempo) e certidão original de distribuição criminal (retirada no fórum da cidade onde foi emitida a CNH).

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário