sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Belo Horizonte regulamenta a atuação dos motoboys e exige cadastramento e curso especial de pilotagem

Sáb 31/12/11 - 13h -

A partir de março de 2012, quem quiser trabalhar em Belo Horizonte com o transporte de pequenas cargas utilizando moto, motoneta ou triciclo motorizado terá de se cadastrar na BHTrans e fazer curso de pilotagem. Os motoboys terão também que usar um colete de segurança, além dos acessórios de segurança obrigatórios como o capacete. As motos deverão ter, no máximo, 10 anos de fabricação e passar por uma inspeção a cada seis meses por uma empresa licenciada pelo Detran. Além disso, é preciso que tenham cadastro junto ao Detran, na categoria aluguel e protetor de pernas e antenas para prevenir acidentes com linha de pipas. As empresas que exploram o serviço também terão que se regularizar. A medida foi confirmada ontem, quando a profissão de motoboy passou a ser regulamentada oficialmente. Segundo a BHTrans, a portaria encaixa a capital mineira na lei federal que regulamenta a atividade no Brasil. O Movimento dos Motociclistas estima que em Belo Horizonte existam 20 mil motoboys

Nenhum comentário:

Postar um comentário