terça-feira, 20 de setembro de 2011

Moto flex é a aposta da Honda

Modelo NXR 150 Bros pode ser abastecido tanto com etanol, quanto com gasolina

Da Redação

A Honda NXR 150 Bros, agora, tem versão 2012. A moto chega à rede de concessionárias e mantém o sistema de abastecimento flex, reforçando o que defende como seus principais atributos: fácil manutenção, resistência, segurança e alto valor de revenda. Primeira motocicleta on-off road no mundo com tecnologia bicombustível - foi apresentada em setembro de 2009 - o modelo traz o pioneirismo da Honda em oferecer ao consumidor uma moto que pode ser abastecida tanto com etanol quanto gasolina.

A NXR 150 Bros atende às expectativas dos usuários que desejam um produto que tenha características para enfrentar tanto asfalto, terra e pisos irregulares, ou seja, é uma ótima opção de locomoção tanto para a cidade, como também para a região rural. Seu design transmite robustez, resistência e modernidade. Na dianteira, o farol é integrado ao para-lamas, que possui vincos que remetem à esportividade.

Com ampla capacidade de iluminação, o conjunto óptico frontal é composto por moderno farol, com refletor multifocal e lente de policarbonato. Na traseira, a lanterna garante melhor visibilidade e traz integrado a ela, o suporte de placa. Os espelhos retrovisores são em formato oval e oferecem um ótimo campo de visão, além de serem compactos. O conforto também é visto no assento ergonômico em dois níveis. O guidão contribui com uma posição de pilotagem agradável e menos cansativa. Por ser um modelo flex, o motociclista encontrará no painel de instrumentos uma luz com a sigla “ALC”, que acenderá sempre que houver mais de 80% de etanol (álcool) no tanque e em condições de temperatura abaixo de 15º C.

A NXR 150 Bros 2012 está disponível nas cores preta, vermelha e laranja sólida. O preço sugerido é de R$ 7.890 (versão KS - partida pedal), R$ 8.290 (versão ES - partida elétrica) e R$ 8.690 (versão ESD - partida elétrica e freio dianteiro a disco. A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem. O painel ainda é composto por marcador de combustível, luz de advertência da injeção eletrônica, hodômetro total e parcial, luz de farol alto e indicadores de direção e de neutro. Além disso, o modelo é equipado com motor OHC (Over Head Camshaft), de 149 cm3, quatro tempos, monocilíndrico, alimentado por sistema de injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection).

A moto conta ainda com freios a tambor de 130 mm de diâmetro (nas versões KS e ES), ou disco de 240 mm de diâmetro (na versão ESD). Em ambas as opções, com tambor de 110 mm na traseira. A motocicleta apresenta o moderno Sistema Honda de Proteção, composto por shutter-key (fechadura adicional acionada com chave sextavada e codificação magnética) e comb-lock (trava do guidão associada à chave de ignição).

Com informações da assessoria de Imprensa da Honda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário